IV SIMPÓSIO INTERNACIONAL EDITH STEIN

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

A CLARIFICAÇÃO FENOMENOLÓGICA DE EDITH STEIN: ponte epistemológica entre a antropologia filosófica e a teologia simbólica

 

 

 

 

 

Carlos Eduardo Vargas(1)

Resumo



Partindo da obra Ciência da Cruz (Kreuzeswissenschaft), em que Edith Stein analisa fenomenologicamente os símbolos místicos da obra de São João da Cruz, este artigo pretende explicar em que consiste a metodologia da clarificação fenomenológica de Edith Stein como ponte epistemológica entre o simbolismo místico e as dimensões de natureza antropológica das manifestações religiosas na vivência da ciência da cruz ou ciência dos santos, verificando qual é o alcance desta metodologia como uma aplicação da fenomenologia à descrição das estrutras eidéticas operações e estruturas que, na alma, correspondem às vivências místicas simbolizadas por são João da Cruz.
 
 

(1)Doutorando e Mestre em Filosofia pela PUC-PR. Membro da Comunidade Santa Teresa da
Ordem Carmelita Descalça Secular (OCDS), foi professor em cursos das Faculdades Integradas
Santa Cruz de Curitiba. E-mail: carlos.vargas@ibge.gov.br.
 
 

Nenhum comentário: