PEREGRINAÇÃO: NOS PASSOS DE EDITH STEIN

PEREGRINAÇÃO: NOS PASSOS DE EDITH STEIN

terça-feira, 6 de abril de 2010

Resumos das conferências do Colóquio em Edith Stein

Gilfranco Lucena dos Santos

Professor Assistente da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Mestre em Filosofia pela Universidade Federal de Pernambuco e doutorando do Programa de Pós-graduação Interinstitucional UFRN-UFPB-UFPE.

Edith Stein e Martin Heidegger: Aspectos de uma Confrontação Metafísica

RESUMO
A tentativa deste artigo é situar-se no ponto fundamental da confrontação crítica de Edith Stein com o projeto filosófico de Martin Heidegger. Com isto, tem-se em vista a tarefa de delimitar o projeto metafísico de Stein de uma ascensão ao sentido do ser, e mostrar sua controvérsia explícita com o pensamento filosófico de Heidegger em torno da questão do ser. A colocação desta relação e seu modo de tratamento foram levados em conta por indicação da própria filósofa, que, no prefácio ao seu livro Endliches und ewiges Sein (Ser finito e ser eterno), estabelece como sua tentativa está diretamente vinculada à questão levantada por Heidegger em Sein und Zeit (Ser e tempo) e especialmente ao tratamento metafísico crítico que recebe em textos posteriores à sua publicação tais como Was ist Metaphysik? (O que é metafísica?). Nesta conferência Heidegger se confronta diretamente com a questão levantada por Leibniz, expressa segundo a seguinte formulação: Warum ist überhaupt Seiendes und nicht vielmehr Nichts? (Por que há simplesmente e não antes o nada?) Este artigo procurará expor como a contraposição do projeto filosófico de Edith Stein com o pensamento de Heidegger está diretamente ligada á questão metafísica de Leibniz. É no limiar dessa questão e no modo de tratamento de seus termos e sua interpretação que esses dois projetos filosóficos se separam criticamente.

PALAVRAS-CHAVE: Edith Stein. Heidegger. Metafísica.

2 comentários:

Marilia Parreiras Maia disse...

ah! Que pena, preciso do artigo na íntegra. Quando começou a ficar bom, acabou.... como posso ver todo o artigo? Quero ver o desfecho da deliciosa confrontação entre Edith e Heidegger.

Gilfranco disse...

Marília,
Posso te mandar uma cópia. manda-me teu e-mail. O meu é gilfranco.lucena@gmail.com
Um abraço.
Gilfranco